Fone: 11.5031-6383 | 11.2893-6436 WhatsApp: 11.97378-6735 | 11 9.9274-1965

Como escolher o papel para o convite de casamento

  • On 14 de Fevereiro de 2017

A seguir, dicas importantes sobre como escolher o papel para o convite de casamento

 

Poucas pessoas valorizam o quanto um papel pode fazer a diferença na hora de escolher o convite. A simples troca de um papel pode transformar um convite tradicional em rústico, romântico em moderno.

E para não fazer uma escolha duvidosa, leia antes este artigo que te ajudará a selecionar com maestria o papel para o convite de casamento.

Resultado de imagem para pantone greenery marsala

1. Cores de papel para o convite de casamento.

A moda existe para tudo e para convites não seria diferente.

Todas as gráficas ficam antenadas na cor do ano escolhida pela Pantone, a guru das cores de tintas.

No ano passado a cor Marsala se popularizou e inundou os convites, trouxe para os convites o tom de tijolo e junto vieram os tons rosês.

Agora em 2017, temos como cor eleita o Greenery, que varia de um verde maçã ao verde abacate.

Será que a moda vai pegar? Com certeza!

Com tantos convites florais, não tem como esse tom não “bombar” nas coleções de convites, ainda que a sua aceitação demore.

O convite de casamento é a primeira dica que os convidados tem de como será sua festa, então as cores podem ambientar seus convidados.

Então como escolher a cor do convite?

Todos os noivos tem uma preferência de cores, comece pesquisando na internet os tons que irão usar no casamento e monte uma paleta de cores.

Esta paleta servirá para orientar a decoração da igreja, do espaço da festa, das roupas das madrinhas e enfim dos convites.

Existem diversas coleções de papéis que tem cores, algumas sólidas, outras metálicas ou perolizada.

Procure entre as diversas coleções para escolher tanto o papel do convite quanto do papel do envelope, que não precisam ser iguais.

Na hora escolher o papel para o convite de casamento, brinque com as cores de impressão para fazer com que haja harmonia entre toda a papelaria.

Você pode, por exemplo, fazer o envelope colorido, o convite num tom neutro e o texto combinando com a cor do envelope.

Veja algumas sugestões de cores no convite.

Convite de casamento CCL 004 com corte a laser

CCL 004

2. Escolhendo a textura dos papéis

Mais usada nos papéis de tons neutros, as texturas dão um ar sofisticado ao convites.

Um convite tradicional feito em um papel de textura bacana, pode impressionar bastante, pois ela confere ao convite um ar mais luxuoso.

Entre as texturas mais conhecidas estão:

  • Linear – encontrado nos papéis:
    • Markatto Finezza,
    • Rives Linear,
    • Evenglow Linear
    • e Aspen Linear;
  • Telado – encontrado na linha do:
    • Evenglow,
    • algumas cores da linha Color Plus e nos papéis Marrakesh
  • Colméia – as linhas tem texturas que se assemelham a minúsculos losangos:
    • Markatto Concetto;
    • Rives Design;
  • Rugoso – As linhas
    • Rives Tradition
    • Markatto Stille seguem esse design;
    • a linha metálica Curious também tem uma leve textura rugosa;
  • Vergê – O clássico dos clássicos, uma textura única que remete aos papéis clássicos
  • A coleção de papéis Rives ainda conta com texturas únicas na sua categoria:
    • Dots;
    • Basane;
    • Tweed;
    • e Shetland;
  • Lisos – A maioria dos papéis coloridos não tem textura. A textura Touch apesar de lisa, tem uma sensação ao toque de borracha. Já os papéis da linha Matter da Curious tem um toque áspero, podendo passar além do aspecto visual, uma experiência tátil.
Convite de casamento Fronha FR 038 com papel texturizado

FR-038

As texturas podem interferir em alguns tipos de impressão, antes de escolher o papel para o convite de casamento, veja se os processos gráficos são apropriados para o papel que você escolheu.

Alguns papéis mais porosos não aceitam bem o epóxi, tipo de impressão que tem relevo e brilho. Já as estampas peroladas brilham mais em papéis que tem textura por conta da incidência da luz nas diversas variações de altura do papel.

3. Gramatura

A gramatura ou peso do papel está intimamente ligada à espessura e rigidez do papel.

A representação g/m2 indica quantos gramas pesará uma folha de 1 metro quadrado. Então quanto mais pesado, maior a gramatura.

A grande maioria dos convites é feito nas gramaturas 180g e 240g. Mas os papéis importados geralmente são feitos em gramaturas variando de 250g a 300g.

A rigidez do papel não depende apenas da gramatura dele, o que vai interferir mais na rigidez é a fibra com a qual os papéis são fabricados.

Os papéis nacionais, ou os que são produzidos no Brasil, são feitos com a nossa celulose, que tem fibras curtas, fazendo com que o papel seja mais flexível.

Já no exterior, as fibras usadas são mais longas, sendo assim, não é difícil um 180g importado ser mais firme que um 240g nacional.

Veneza-052

Veneza VZ-052

A textura também pode interferir na rigidez do papel, muitas vezes na hora de gravar a textura, o papel fica mais sensível à dobra.

Alguns papéis de mesma gramatura, da mesma linha com texturas diferentes podem apresentar rigidez diferente.

Quando for escolher o papel para o convite de casamento, procure ver e sentir o convite para saber se ele é firme e se vai dar o resultado que você espera.

Se não encontrar um papel de gramatura alta o suficiente, existe a possibilidade de empastamento, que é a colagem de duas a três folhas de papel, para que se atinja gramaturas altíssimas.

4. Os Papéis e os diversos tipos de impressão

Convite de casamento com brasão

Convite com borda em tinta epóxi e brasão em hot stamping dourado.

Ao escolher o papel, converse na gráfica sobre o que pode ou não pode ser impresso nele.

Os papéis finos geralmente aceitam bem todo tipo de impressão, mas um ou outro pode não ser adequado, é o caso dos papéis porosos como, por exemplo, a linha Color Plus, que ao receber a impressão, absorve a tinta excessivamente criando falhas de impressão.

Alguns papéis texturizados, têm uma diferença muito grande entre os altos e baixos das texturas, fazendo com que a tinta não chegue às partes mais profundas, também deixando falhas.

Papéis artesanalmente reciclados podem não aceitar bem alguns tipos de impressão, já que ao entrar em contato com a umidade, pode ficar mais ou menos poroso, podendo até soltar partes de fibras.

Algumas impressoras digitais não conseguem imprimir em gramaturas altas, limitando a grade de papéis que podem ser usadas.

O papel vegetal sofre muita influência da umidade do ar, sendo assim, algumas impressões com encaixe de duas cores, podem dar um bocado de trabalho e não ficar bom.

 

5. A interferência do papel no preço do convite

Convite de casamento modelo Haia em papel Rives tradition Ice White 500g, texto em Epóxi Chumbo com nomes em relevo metálico dourado e estampa em impressão digital, envelope quadrado 23x23 com brasão em relevo seco.

HA-004

O papel representa boa parte do preço dos convites. Dependendo do formato do convite e do envelope, aproveita-se melhor o papel e o preço do convite pode ficar mais em conta.

Muitas vezes um modelo pode ser feito em um tamanho menor, sem perder o charme e custar bem menos.

Pense da seguinte forma, geralmente os modelos mais simples e clássicos, podem ser feitos com papéis mais sofisticados e impactantes.

Da mesma forma, diversos processos gráficos podem ser feitos em papéis mais simples e econômicos, para dar um ar mais imponente.

Sendo assim, procure um meio termo, use os papéis texturizados e metalizados em modelos mais tradicionais e os mais simples em convites mais elaborados, desta forma o valor vai caber em seu orçamento.

Os papéis importados tem uma carga tributária muito alta, então podem custar de 2 a 3 vezes o valor dos papéis nacionais.

Muitos papéis importados tem gramatura mais alta, o que de cara já eleva seu preço.

Às vezes, vale mais usar uma gramatura mais baixa para não deixar de usar um papel da coleção que você amou quando escolher o papel para o convite de casamento!!

 

0 Comentários

Leave Reply